Arquivo do blog

segunda-feira, 23 de junho de 2014

CENSO E DIAGNÓSTICO LINGUÍSTICO DO HUNSRÜCKISCH


VALORIZAÇÃO E PRESERVAÇÃO DA CULTURA DE NOSSOS ANTEPASSADOS: a língua hunsrückisch



De acordo com a atual política linguística nacional, o Hunsrückisch é considerado como uma língua de imigração. As línguas de imigração foram, por muito tempo, vistas apenas como meros dialetos, o que as tornava “invisíveis” perante as línguas dominantes. Deste modo, ao substituir-se a denominação “dialeto” por “língua de imigração”, estas passam a ter o seu valor reconhecido em nosso país.

Neste sentido, o município de Antônio Carlos, com a lei de cooficialização do Hunsrückisch, é pioneiro no Estado de Santa Catarina no que diz respeito à adoção de políticas públicas com vistas ao resgate e a preservação de uma língua de imigração. Isto porque, segundo o autor da lei de cooficialização (Lei 132/2010), o atual Secretário de Educação e Cultura do município, o historiador Altamiro Antônio Kretzer, “a língua falada e escrita tem grande importância na formação cultural de uma população e, por isso, é também importante que os detentores das línguas tenham condições para preservá-las e desenvolvê-las”. Ainda segundo o Secretário Altamiro, “é urgente que façamos algo para resgatar a língua de nossos antepassados. Caso contrário, corremos grande risco de vermos este patrimônio imaterial de nossa cultura desaparecer nas próximas gerações”.

Foi justamente com o objetivo avançar no processo de resgate e preservação da língua Hunsrückisch que a Secretaria de Educação e Cultura de Antônio Carlos, através de sua Coordenadoria de Cultura, inscreveu o projeto “Patrimônio imaterial, Hunsrückisch” no Edital Elisabete Anderle de Estímulo à Cultura, edição 2013, que foi contemplado com um prêmio no valor de R$ 100 mil.

Com os recursos deste projeto, entre outros produtos, será realizado um censo e de um diagnóstico linguístico do Hunsrückisch. Para a realização deste censo e diagnóstico a Prefeitura Municipal contratou o IPOL – Instituto de Investigação e Desenvolvimento em Política Linguística.


O Censo Linguístico produz indicadores sobre a língua que permitem visualizá-la em suas funções básicas sociais e assim subsidiam e fundamentam a tomada de decisões sobre esta língua. Já o Diagnóstico Sociolinguístico tem o objetivo de aprofundar o conhecimento sobre os usos do Hunsrückisch em Antônio Carlos, sobretudo quanto à modalidade escrita da língua. Este conhecimento, aliado aos resultados do Censo como um todo, poderá orientar a adoção de uma perspectiva para o ensino da língua no município, por exemplo, ou outras políticas linguísticas com vistas à preservação do patrimônio linguístico, oral e escrito, de Antônio Carlos.

Outras informações sobre o censo e o diagnóstico você poderá encontrar no site do IPOL – Instituto de Investigação e Desenvolvimento em Política Linguística: http://e-ipol.org/ipol-realiza-censo-linguistico-e-diagnostico-da-lingua-hunsrukisch/

 

2 comentários:

  1. Parabéns por mais esta etapa do projeto “Patrimônio imaterial, Hunsrückisch”. Agradeço a todo o momento por ter feito parte desta história.
    Sucesso e estamos sempre alerta para servir!

    ResponderExcluir
  2. Com certeza, Gustavo, você faz parte desta conquista! Obrigado!

    ResponderExcluir